By

Jogo difícil dita empate em casa

Futebol, Seniores

O Real SC recebeu o Fut. C. Ferreiras na 12.ª jornada do Campeonato de Portugal.

Mais um jogo duro, com uma equipa completamente fechada na defesa, disposta a tudo para negar a vitória à equipa de Bruno Carvalho.

Na primeira parte, o Real SC pouco se evidenciou, com algum desequilíbrio no meio campo permitiu aos algarvios de Ferreiras lances de perigo que obrigaram o guarda-redes a afastar a bola das redes.

Ao intervalo, o marcador assinalava 0-0 e no regresso ao relvado o Real SC estava mais forte.

Os lances de perigo seguiam-se, o guarda-redes algarvio foi obrigado a esticar-se ao máximo e vezes sem conta para negar o golo ao Real SC. A bola estava num “dia não” e os jogadores começaram a denunciar o nervosismo e a ansiedade da pressão do jogo e da falta de resultados positivos.

Sabíamos que se a bola entrasse, eles desmoralizam. Mas isso não aconteceu e jogar com 11 homens atrás da linha da bola dificulta tudo.Bruno Carvalho, treinador

O jogo terminou sem golos, um empate com sabor a derrota.

“Não podemos deixar que o tempo vá tomando conta das nossas emoções. Criámos oportunidades mais que suficientes para fazer o golo. Continuamos a apanhar equipas que não querem jogar, preferem o confronto e isso acaba também por causar distúrbios emocionais, mas não tenho nada a apontar aos jogadores. Fizeram tudo o possível para fazer outro resultado”, disse Bruno Carvalho no rescaldo da jornada.

Com este resultado, o Real SC ocupa o sexto lugar da classificação com 19 pontos, menos seis que o primeiro classificado, o SC Praiense (25  pontos).

Comments are closed.