By

Juvenis perdem em casa

Futebol, Juvenis

Vínhamos com um balanço de uma excelente vitória em Setúbal contra um dos candidatos à segunda fase. Ganhámos, mas não foi nada fácil em termos de espírito de sacrifício e de grupo, os jogadores tiveram uma atitude fantástica. Queremos utilizar essa energia positiva.Gonçalo Pereira, treinador

Motivados pela vitória na primeira jornada em Setúbal, os Juvenis de Gonçalo Pereira queriam manter os bons resultados. O segundo jogo do Campeonato trouxe a equipa de Loulé ao campo n.º 2 do Real SC. Um grupo comprometido e preparado a dificultar as vias de ataque do Real SC.

Os jogadores de Gonçalo Pereira estiveram sempre no controlo do jogo, criaram mais oportunidades, mas a bola esteve em dia “não”.

“Sabíamos bem a estratégia que o Louletano ia trazer, criámos umas seis ou sete oportunidades claras de golo, mas pecámos na finalização”, comentou o treinador.

Sem golos ao intervalo, na segunda parte o Real SC manteve o foco para abrir o marcador. O golo chegou aos 78 minutos por Rodrigo Martins, mas pouco depois os algarvios igualaram e em cima do apito final, o Loulé virou o resultado.

Conseguimos criar e jogar um futebol positivo.Gonçalo Pereira, treinador

“Infelizmente num contra-ataque e um bola parada eles conseguiram ser mais felizes. Não tenho dúvidas de que se a bola tem entrado na primeira parte, ganhávamos confortavelmente. Mas acho que é uma boa aprendizagem para esta geração para que possam aprender a lidar com estas situações porque o futebol é mesmo assim: umas vezes dá para uns, outras vezes dá para outros e o jogo são 90 minutos”, disse o técnico em balanço do jogo.

Comments are closed.