By

“Tivemos que nos adaptar as circunstâncias”

Uncategorized

O professor Carlos Dias é vice-presidente das modalidades e responsável pelo projeto Coração Vivo. Em tempos de confinamento e alterações de comportamentos, o dirigente explica como as modalidades do Real SC se estão a adaptar aos novos tempos.

A imprevisibilidade do novo coronavírus apanhou todos de surpresa. De que forma as modalidades do Real SC se prepararam para enfrentar esta pandemia?

Naturalmente, não estávamos à espera e foi muito difícil saber o que fazer. No entanto, depois da direção suspender as modalidades tivemos que nos adaptar as circunstâncias usando alguma ” imaginação” para chegar até aos atletas através de aulas online e com a compreensão de todos de uma forma ou de outra temos mantido contato com atletas e por incrível que pareça há modalidades em que tem havido muita adesão outras com mais dificuldade.

O Real SC tem, felizmente, várias modalidades com elevado número de alunos. De que forma estão a ser acompanhados estes atletas durante a quarentena?

O nosso clube é muito eclético, sabemos que as há modalidades com atividade e treinos muito diferentes. Estamos a desenvolver esforços no sentido de haver uma plataforma única do Real SC e onde as aulas, treinos passem a ser efetuados só por aí. Aproveito a oportunidade de agradecer a todos professores e mestres pela forma profissional e cuidadosa como têm acompanhado os seus atletas. Nesse aspeto o Real SC está, felizmente, bem servido.

Qual o caminho a seguir quando for confirmado o regresso à normalidade possível? Está a ser equacionado dividir as turmas maiores?

Quando houver autorização da Direção-Geral da Saúde para o início das atividades a direção a seu tempo vai emitir um documento em que apresenta e esclarece as dúvidas.

Também o Coração Vivo tem promovido exercício físico em casa, considera que estes novos tempos ajudam as pessoas a compreender melhor a importância da pratica de desporto para todos?

Claro que sim. Na minha opinião já havia esse entendimento e agora foi mais do que nunca reforçado. Os atletas do Coração Vivo tem a noção da importância do exercício físico especificamente nas suas idades e acredito que o programa sai reforçado.

Uma mensagem de esperança para os sócios e atletas das modalidades:

Há que reter e perceber a lição que podemos tirar destes momentos difíceis que estamos a passar importância da interação social do carinho e do apoio. Por tudo isso acredito que iremos regressar mais unidos e mais fortes, e juntos iremos trilhar esse caminho com maior determinação.

VIVA O REAL SPORT CLUBE

Comments are closed.