By

70 anos de Real SC

Informações, Real SC

Sete décadas de vida é sem dúvida um marco histórico na vida de qualquer instituição. E o Real SC não é fruto do acaso nem obra da sorte. O Real SC ao fim de 70 anos é hoje a prova real (se nos é permitido a redundância) de que tudo é possível quando a união e a resiliência encontram as pessoas certas para fazer acontecer.

E foi isso que aconteceu.

De dois clubes da cidade de Queluz nasceu o Real SC. Vivíamos no ano de 1995 quando se concretizou a fusão entre o Clube Desportivo e Recreativo de Massamá (9/04/1950) e o Grupo Desportivo de Queluz (25/12/1951). Cada um deu o melhor da sua história. Depois a força, a garra, a coragem e a determinação dos seus dirigentes, sócios, colaboradores, técnicos e atletas fizeram o resto.

2021 é um ano, sem dúvida, marcante na vida de todos nós e na vida da família Real SC não foi diferente.

Neste último mês do ano queríamos estar a dar o pontapé de saída para um ano de celebrações e de eventos com a grandiosidade que o Real SC merece para assinalar os seus 70 anos, mas os tempos de pandemia de Covid-19 que vivemos (ainda) não nos permitem. Apesar disso, ainda que de forma mais modesta, não podíamos deixar passar em branco a data e não homenagear os sócios que estão connosco há 25 e 50 anos.

Fizemos uma cerimónia intimista e com presenças restritas.

O evento decorreu no Centro Cívico de Massamá, com a colaboração da União de Freguesias de Massamá e Monte Abraão no passado dia 16 de dezembro, apesar do aniversário do Real SC ser dia 25, dia de Natal (por ser na altura da “fusão” o clube que tinha a filiação mais antiga na AFL).

A direção do Real SC aplaudiu de pé todos aqueles que de uma forma ou outra fazer parte de cada pedra que cimenta as fundações e valores deste clube.

Estes foram são os sócios com 25 anos de filiação distinguidos:

  • João Miguel Barroca (200)
  • Maria Isabel Lopes (202)
  • António Eduardo Saraiva (203)
  • José Manuel Barata (204)
  • João Carlos Pedrosa (205)
  • Bruno Miguel Pedrosa (207)
  • João Carlos Pedrosa (208)
  • Norberto Carlos Peixoto (209)
  • António Rodrigues Pereira (212)
  • Adriano Manuel Martins (214)
  • Vítor Manuel Barata (215)
  • Luís Manuel Fróis (216)
  • João Luís Fróis (217)
  • João Miguel Esteves (219)
  • Joaquim Gomes (220)
  • João Luís Costa (222)

E estes são os sócios que nos acompanham há meio século:

  • Américo dos Santos Ministro (44)
  • António José Bento (28)
  • Fernando Manuel Trindade (47)
  • João da Silva Belas (45)
  • António Cândido Mendes (41)
  • António da Alegria Rouqueiro (39)
  • José Acácia Garvão (40)

O presidente da Mesa da Assembleia, José Pedro Matias, abriu a sessão solene de aniversário com uma mensagem sentida de agradecimento a todos aqueles que têm apoiado e feito o Real SC até aos dias de hoje.

Nada disto teria sido possível sem um grande espírito de luta.

José Pedro Matias, presidente da Mesa da Assembleia do RSC

O dirigente sublinhou os anos desafiantes que têm sido estes últimos por imposição da Covid-19 e de todas as condicionantes que impôs ao normal funcionamento do Real SC. “Nada disto teria sido possível sem o grande espírito de luta dos dirigentes, mas também dos técnicos, colaboradores, atletas e pais, assim como os organismos que nos têm apoiado”.

O Real SC foi e continua a ser um clube de sucesso, independentemente dos obstáculos que teve e tem no dia-a-dia.

Adelino Gomes, presidente da direção do RSC

O presidente da direção do RSC, Adelino Ramos, começou o discurso com palavras de reconhecimento e agradecimento a todos aqueles que de uma forma ou de outra têm deixada a sua marca no clube. “Para os que, desde as origens, contribuíram para a construção deste clube, alguns dos quais já não estão entre nós, como é o caso de José Pereira Libório, Mário Rui Brás, Augusto Viegas, Ana Carmo Bonelle, Emílio Batista, Vítor Bento, José Neto Cruz, Jaime Costa, e muitos outros, e para aqueles aqui presentes como o Francisco Janelas, José Silva Duque, José Manuel Libório, Orlando Gomes, o que fizeram e têm feito é de facto a história do Real SC”.

70 anos são muitos anos e muito ficará sempre por relatar. O Real SC é feito de afetos, de união, de partilha e de muita paixão. Por isso, também, o presidente frisou como o clube chegou até aqui.

São anos de história, com muitas histórias para contar, com altos e baixos, vitórias e derrotas, momentos felizes e outros menos bons, mas acima de tudo com a determinação, o voluntarismo e o espírito de missão para levar o nosso Real SC cada vez mais longe.

Adelino Gomes, presidente da direção do RSC

A sessão solene de aniversário foi encerrada por Bruno Parreira, vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra. O recém-eleito fez questão de enaltecer a grandiosidade do Real SC e sublinhou a união que tanto caracteriza o clube, deixando a promessa institucional de que tudo fará para proporcionar condições e ajudar o Real SC a alcançar os seus mais ambiciosos e merecidos sonhos e projetos.

Este é um clube que tem os valores certos. Sonha. É o clube que quer ser mais que um clube. E é um clube que compreende que só há uma forma do fazer: JUNTOS.

Bruno Parreira, vice-presidente da C.M. Sintra

Mas as celebrações do 70.º aniversário do Real SC não ficam por aqui. Ao longo do próximo ano, e assim nos permita a pandemia, vamos ter várias iniciativas, todas divulgadas oportunamente. Fique atento e obrigado por estar connoso! Juntos seremos sempre mais fortes!

Comments are closed.